Edifício em aço com jardim no topo ganha concurso em Taiwan

Foi divulgado o projeto vencedor do concurso internacional Taiwan Tower Conceptual Design, que previa o desenvolvimento de um projeto de uma torre de, no mínimo, 300 m de altura, em virtude da comemoração dos 100 anos de fundação de Taiwan. Além disso, o projeto deveria ter como base a sustentabilidade.

Esse novo edifício também deverá servir como um ponto de referência e um marco de entrada na cidade de Taichung. O vencedor do concurso foi o arquiteto Sou Fujimoto, com o projeto do “Oásis do século 21”.

Confira os projetos vencedores:

Primeiro colocado

Sou Fujimoto e Fei & Cheng Associates

O projeto consiste em uma estrutura de aço gigantesca com um jardim no topo, formando “o oásis do futuro, um oásis da cidade”. A estrutura será formada por colunas de aço com aproximadamente 80 cm de diâmetro. Enquanto as colunas internas serão dispostas de forma longitudinal, por questões estéticas, as colunas perimetrais serão colocadas tanto verticalmente quanto em diagonal, para que o edifício suporte as cargas do vento ou de terremotos.

O jardim no topo estará a 300 m de altura do chão e proporcionará uma visão completa da cidade. Na questão de sustentabilidade, o edifício contará com telhado verde, sistema de captação da água da chuva, painéis fotovoltaicos e aquecimento por energia geotérmica.

Segundo colocado

Soma ZT GmbH e Ricky Liu & Associates

O objetivo dos escritórios foi criar uma torre complexa, que evocasse sensações diversas e múltiplas das pessoas. Por isso, foi pensado um edifício que se elevasse em várias partes, se unindo no topo como um complexo único. Com isso, cria-se um espaço livre de circulação sob a estrutura.

Ao todo, seis grandes colunas vão se juntando de acordo com a altura do edifício. Nesse processo, aparecem também as células onde ficarão os restaurantes e os observatórios. O acesso a esses espaços será feito por meio de elevadores panorâmicos que correm pela estrutura de aço.

Terceiro colocado

DSBA e Mihai Craiun

O projeto prevê a construção de uma torre de 390 m de altura com um design que remete a uma árvore, que terá oito observatórios flutuantes e capacidade para carregar entre 50 e 80 pessoas. Os observatórios, construídos em material leve, devem contar com gás hélio e serão movidos verticalmente por um elevador, ambos inclusos em um forte campo magnético. A estrutura da torre, que tem fundações que vão até 30 m abaixo da terra, será em concreto. Já a conexão dos observatórios com a torre será feita em aço, com acesso por meio de uma ponte retrátil.

Em relação à sustentabilidade, o prédio contará com área verde, circulação de vento natural integrada verticalmente, produção de energia elétrica através de turbinas axiais localizadas ao longo da estrutura do prédio, painéis fotovoltaicos em toda a estrutura, sistema de captação e reutilização de água da chuva e uma usina geotérmica de energia para aquecer o edifício durante o inverno e para aquecimento de água.

Menção Honrosa

Cook Robotham e Tai Architect & Associates

O objetivo do projeto foi criar um edifício que mostrasse o quão intensa, industrial e dinâmica Taiwan é. O edifício é constituído por três estruturas principais. A primeira é uma grande coluna metálica que funciona como o núcleo do edifício. Uma segunda estrutura de metal funciona como sustentação para a terceira camada, que conta com os sistemas para a captação de energia.

Esses sistemas serão distribuídos por toda a fachada, funcionando como uma capa para o edifício. Haverá placas fotovoltaicas, sistema de captação de energia geotérmica, sistemas para captação piezoeletricidade (capacidade de alguns cristais gerarem corrente elétrica por resposta a uma pressão mecânica) e turbinas de vento.

HMC Group e HOY Architects

O edifício é composto por uma estrutura que vai girando em torno do seu próprio eixo de acordo com a altura do prédio. Com isso, criam-se diferentes configurações a cada andar, com vistas diferentes e espaços abertos nos pavimentos. Há alguns espaços onde aparecem vãos no edifício.

A fachada é formada por uma capa metálica que segue a rotação da estrutura e cria uma linha fechada em vidro que segue até o topo do prédio, onde se cria um espaço aberto com fachada em vidro. Nesse espaço, ficarão os observatórios e o jardim do prédio.

Fonte: Pini Web

Sobre SeuLarAqui

O novo portal de imóveis, decoração, reforma e serviços do setor imobiliário. Entre, o lar é seu também! www.seularaqui.com.br
Esse post foi publicado em Construção e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s