Especialista imobiliário dá dicas para financiamento de imóvel

O sonho da compra da casa própria vem se tornando cada dia, mais realidade na vida dos brasileiros, principalmente pela facilidade de financiamento através das linhas de crédito. No país, é um dos caminhos mais utilizados, prova disto é que de acordo com dados divulgados pelo Banco Central do Brasil (BC), o crédito imobiliário cresceu 48%, em relação a 2010.

Contudo, mesmo com a facilidade e crescimento, especialistas imobiliários afirmam que antes da compra, o cliente deve ficar atento aos imóveis e aos procedimentos para negociação, para não deixar que este sonho, venha a se tornar um pesadelo.

Em entrevista, o consultor imobiliário, membro da Comissão de Ética e Fiscalização do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Minas Gerais (CRECI-MG), Gilberto Meneses, fala sobre as classes que mais requisitam o crédito imobiliário, e o que deve ser analisado primeiramente antes da transação.

“Geralmente é usado pelas classes de baixa e média renda, as altas compram a vista, evitam financiamento. Hoje, o que normalmente vemos no mercado, são compradores tirando todas as suas economias bancárias, porém o mais viável, é que ele use uma parte de sua aplicação e o restante deixe em cofre, para uma eventualidade, como casos de doenças e outros problemas familiares que possam vir”, disse.

Além da analise bancária, o consultor lembra que o cliente deve procurar um auxilio profissional e não empolgar. “É interessante fazer uma simulação na Caixa Econômica Federal e procurar um corretor de imóveis. Além disto, estudar o futuro, para a dívida não virar uma bola de neve.

No caso da Caixa, ela já aciona o cliente após três meses de atrasos na prestação e executa. Fora isso, não agitar e analisar a possibilidade de tempo no emprego, pois pode haver demissão. A Caixa, ao financiar, faz a pessoa tirar apenas 30% de sua capacidade de comprometimento de renda. Usar renda informal, não é bom, pois esta pode acabar de repente e deixar a pessoa na mão”, lembra.

Sobre o imóvel dos sonhos, Gilberto garante que a pesquisa deve ser feita com muita cautela. “A análise é essencial. Recentemente uma conhecida adquiriu um imóvel em alta e depois perdeu o emprego. Fora isso, a residência tinha uma localização e posição ruim no bairro. Eu não admitiria ela comprar. Não é viável obter quando o mercado está em ebulição, é melhor esperar estabilizar, digo isso, pois as pessoas podem perder dinheiro na pós venda, ela já está perdendo.

Lembrando, à alta no mercado imobiliário não é mensal, pode acontecer de seis em seis meses. O que vemos, é que as pessoas não consultam um profissional, por isso cria-se está margem de erros. Tem que olhar o financiamento como um negócio”.

Em relação a qual despachante poderá ajudar o comprador na hora da liberação da documentação, Meneses ressalta, que caso seja negociado em uma imobiliária, é mais tranquilo usar o oferecido pela empresa. “Não é uma regra, mas o seguro é que se faça o processo com o encaminhador da imobiliária. Quando o cliente faz sem auxilio, a ação é mais demorada.

Outro passo importante, é que se pague o Imposto de Transmissão de Bens (ITBI), uma vez que o cartório de registro de imóveis só anota o imóvel com este imposto pago. Á guia sai com o vencimento de 30 dias, mas o viável é pagar em até 48 horas. Estando tudo certo, avaliação e registrado o imóvel pela Caixa, o proprietário conseguirá pegar o dinheiro do financiamento em até 60 dias.”, conclui.

Consórcio
De acordo com o corretor, outra saída além do financiamento para a compra do imóvel é o consórcio. “Tenho sugerido para muitos que estão comprando pela primeira vez. As vantagens são de que nele, você tem a redução da taxa de administração, dos meses. É um momento diferente, pois o cliente já testou a capacidade de pagamento, um exemplo, já pagou seis meses, assim ele percebe que dá para segurar a dívida.

Além disto, são feitos três sorteios por mês, tem correção e o valor final é bem menor. Feito na Caixa e no Banco do Brasil é garantido, pois são instituições muito corretas. Se for a primeira aquisição, ótimo, se for investimento também”, conclui.

Via Micro e Pequenas Empresas

Sobre SeuLarAqui

O novo portal de imóveis, decoração, reforma e serviços do setor imobiliário. Entre, o lar é seu também! www.seularaqui.com.br
Esse post foi publicado em Imóveis, Mercado Imobiliário e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s